Make your own free website on Tripod.com








* E S T R E L A R *
Poesias 3













Home

Poesias 1 | Poesias 2 | Poesias 3 | poesias4 | Poesias 5 | Poesias6 | Poesias 7 | Poesias 8 | Poesias 9 | Poesias 10 | Poesias 11 | Poesias 12 | Poesias 13 | Poesias 14 | Poesia para Crianças 1 | Poesia para Crianças 2 | Histórias 1 | Histórias 2 | Histórias 3 | Pensamentos | Mundo Cão e Adoção | Horoscopo virtual | Links e Dicas | email e Livro de Visitas





*
*
*
*
*
*
*
*
*

Magia Pela Imagem

Fixo meu olho no teu olho e flagro uma
Sombra de mim queimando no teu olho.
Meu retrato afogado numa lágrima
Logo abaixo recolho.
Se entendesses de imagens e magias,
Com minhas imagens nas pupilas frias,
De quantos modos tu me matarias?

Tuas lágrimas sorvo, doce humor,
E ainda que outras caiam, vou deixar-te;
Meu retrato se esvai, vai-se o temor
De ser enfeitiçado por tal arte;
Só reténs, afinal,
Minha imagem num único local:
Teu coração, livre de todo mal.

Rosa de Hiroshima


Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas
Mas oh! não se esqueçam
Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroxima
A rosa hereditária
A rosa radioativa
Estúpida e inválida
A rosa com cirrose
A anti-rosa atômica
Sem cor sem perfume
Sem rosa sem nada.


Vinicius de Morais
*****************


Poesias Líricas (1)

Amor é um fogo que arde sem se ver,
é ferida que dói, e não se sente;
é um contentamento descontente,
é dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
é um andar solitário entre a gente;
é nunca contentar-se de contente;
é um cuidar que ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade;
é servir a quem vence, o vencedor;
é ter com quem nos mata, lealdade.

Mas como causar pode seu favor
nos corações humanos amizade,
se tão contrário a si é o mesmo Amor?

Luiz Vaz de Camões
******************

Ondas e Rosas

Ondas e Rosas

Amores que passais cantando pela Vida,
Ligeiros como um sonho em tardes vaporosas !
Como as rosas nasceis na aurora colorida ! ...
Como as rosas nasceis... E morreis como as rosas...

Amores que passais sorrindo pela Vida !
Vós vindes a --- cantar abrindo almas ditosas !
Vós ides --- e chorais o pranto da partida,
Como as ondas do mar em noites silenciosas...

Rosas --- que nascem, rindo, á luz das madrugadas !
Que vivem um só dia aromas derramando...
Rosas --- que ao por do sol se inclinam desfolhadas...

Ondas --- que vem cantando e cessam de cantar !
Ondas --- que vem sorrindo e voltam soluçando !
Ondas --- que vem do mar e voltam para o mar...

Poesia Ilka Maia
***************

O mundo tornou-se perigoso porque os homens aprenderam a dominar a natureza, sem dominar a si mesmos."


"O espinho protege a rosa; prejudica apenas os que vão roubar a flor da planta."































































































































poesias4