Make your own free website on Tripod.com
 


















 

Planeta Água.
(Guilherme Arantes).

Água que nasce na fonte serena do mundo
E que abre o profundo grotão.
Água que faz inocente riacho e deságua
Na corrente do ribeirão.
Águas escuras dos rios
Que levam a fertilidade ao sertão.
Águas que banham aldeias
E matam a sede da população.
Águas que caem das pedras,
No véu das cascatas, ronco de trovão
E depois dormem tranquilas
No leito dos lagos, no leito dos lagos.
Água dos igarapés onde Iara, mãe d'água,
É misteriosa canção.
Água que o sol evapora,
pro céu vai embora
Virar nuvens de algodão.
Gotas de água da chuva,
Alegre arco-íris sobre a plantação.
Gotas de água da chuva,
Tão tristes são lágrimas na inundação.
Águas que movem moinhos
São as mesmas águas
Que encharcam o chão
E sempre voltam humildes
Pro fundo da terra, pro fundo da terra.
Terra planeta água... terra planeta água...
Terra planeta água.

 


Home  

Você é linda | Todo Azul do Mar | Pais e Filhos | Oceano | Catedral | Ainda Me Lembro | A PAZ | Coração de Estudante | Anos Dourados | Vento no Litoral | Tempo Perdido | Sapato Velho | Saigon | Romaria | Que País é Esse | Ovelha Negra | Lua e Flor | Lilás | Descobridor dos Sete Mares | Desculpe o Auê | Dona | Foi Deus Quem Fez Você | Asa Morena | Balada do Louco | Bandolins | Banho de Espuma | Escrito nas Estrelas | É Preciso Saber Viver | Eduardo e Mónica. | Mulheres | Nos Bailes da Vida | Planeta Água